Insónias

Gaia: agora é o tempo da campanha eleitoral e do funcionamento das Instituições e da Justiça

Estamos a pouco mais de 6 meses das próximas eleições Autárquicas. É público que nos últimos dois anos tenho sido um crítico do presidente da Câmara Municipal de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, da sua gestão e das suas opções para o desenvolvimento do concelho.

Ao longo deste tempo escrevi diversos artigos de opinião denunciando várias situações com as quais não concordava e outras que tenho mesmo dúvidas da sua legalidade. O tempo evidenciou um Eduardo Vítor Rodrigues pouco disponível para o debate e para o contraditório, mas também ficou claro que actual gestão municipal, liderada por Eduardo Vítor Rodrigues, é muito pouco transparente.

Por estas razões a minha acção não se ficou pela escrita no espaço público. Sempre que tive dúvidas encaminhei as situações para o Ministério Público ou solicitei Auditorias para o apuramento da verdade. Pretendo que fique bem claro que nada tenho de pessoal contra Eduardo Vítor Rodrigues. Nunca tomei qualquer posição para retirar quaisquer dividendos pessoais ou políticos. Foi assim no passado, é assim no presente e será assim no futuro. Penso que a minha vida pública fala por mim. Fi-lo, sempre, mas sempre, por uma questão de cidadania, na defesa da verdade, da ética, da transparência e da moralização da vida política e pública.

O PSD e o CDS já apresentaram o seu candidato e tudo indica que Eduardo Vítor Rodrigues deverá ser recandidato a um novo mandato. A campanha está na rua.

Por que gosto muito de Gaia tomei uma decisão pessoal que quero tornar pública. Teria ainda muito para dizer, escrever e denunciar publicamente até às eleições, mas não quero interferir com o normal funcionamento das Instituições e da Justiça. Estas necessitam de recato e tranquilidade para fazerem o seu trabalho no sentido do apuramento da verdade. Por isso, a partir de hoje, e salvo alguma situação muito excepcional – o cidadão Paulo Vieira da Silva – não voltará a escrever sobre o presidente da Câmara de Gaia ou sobre a sua gestão municipal até às próximas eleições Autárquicas.

Agora é o tempo da campanha eleitoral, do balanço do trabalho feito e da discussão dos projectos políticos para o futuro de Gaia. Mas será também, como escrevi acima, o tempo de funcionarem as Instituições e a Justiça.

Independentemente da minha opinião e posição pessoais aproveito para desejar a todos aqueles que venham a ser os candidatos às Juntas de Freguesia, à Assembleia Municipal e à Câmara Municipal de Gaia os maiores sucessos porque o seu sucesso espero e desejo que coincida com o sucesso do Município de Vila Nova de Gaia.

Gosto(118)Não Gosto(0)