Cartão do Cidadão: a “ idiotice “ política do BE que custará aos portugueses 125 milhões de euros

foto@tvi24

foto@tvi24

O Bloco de Esquerda (BE) nasceu há cerca de 16 anos, após aproximação política do PSR, da UDP e do Movimento Política XXI, por sua vez, o Cartão do Cidadão (CC) nasceu há cerca de 10 anos, durante o governo de Sócrates em que um só documento passava a reunir o Bilhete de Identidade, o cartão do Contribuinte, o cartão de beneficiário da Segurança Social e o cartão de utente do Serviço Nacional de Saúde.

O CC passou a vir equipado com um chip capaz de guardar dados pessoais cifrados de modo a garantir a privacidade e o nível de segurança dos cartões de identificação dos portugueses, de forma a dificultar eventuais reproduções ou falsificações dos mesmos para fins ilícitos ou criminosos.

Esta foi, sem dúvida, uma das boas medidas do Governo Sócrates que veio simplificar a vida aos portugueses.

Ontem o BE apresentou um projecto de resolução na Assembleia da República para mudar a designação do Cartão do Cidadão para Cartão da Cidadania tendo por base a justificação que a actual denominação do documento de identificação “não respeita a identidade de género de mais de metade da população portuguesa”.

Mas porque razão o BE não fez esta proposta quando o Cartão do Cidadão foi criado em 2006? Deviam andar entretidos com outras coisas. Será que esta é uma verdadeira preocupação dos portugueses que não têm emprego, que não conseguem pagar a renda de casa ou a prestação da casa ao banco no final do mês? Estou convicto que não. O BE só pode estar viver uma fase de ” delírio político ” estratosférico. Meninas desçam à terra! E já pensaram quanto vai custar aos portugueses esta proposta alteração? Penso que não. Vai custar apenas e só cerca de 125 milhões de euros. Será que este dinheiro não permitia resolver muitos dos problemas prementes dos portugueses? Com toda a certeza que sim!

O Poder algumas vezes “ embebeda “ as pessoas. O Bloco de Esquerda começa a não ter a noção do ridículo. Deixem-se de brincadeiras, ganhem juízo e preocupem-se em apresentar propostas para resolver os verdadeiros problemas das pessoas. É que os portugueses podem, um dia destes, deixar de achar piada a estas “ idiotices “ políticas.

E no fim de tudo isto quem se fica a rir é António Costa que lá vai conduzindo a sua “ geringonça “ cantando e rindo com estas anedotas políticas do Bloco de Esquerda.

Gosto(7)Não Gosto(0)

5 Comments

  1. Acho que o BE com esta exigência está a ir longe de mais , que pense um bocadinho melhor , se está a pensar que cartão de cidadão não inclui as mulheres , então porquê quando falamos do homem ,estamos a incluir as mulheres também !!!!!!! Francamente....., então que proponham que o cartão de cidadão passe a se ( cartão de cidadão/cidadã ) !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Gosto(1)Não Gosto(0)
    • Depois reclamavam que cidadão está primeiro que cidadã, não dá.. 😐

      Gosto(0)Não Gosto(0)
  2. Cada vez mais se percebe que esta aglomeração partidária nunca será uma alternativa credível de Governo excepto pela via de Golpe de Estado. Convinha escamotear os números para que se percebesse o quanto nos vai custar mais esta palhaçada. Fica a sugestão.

    Gosto(1)Não Gosto(0)
  3. Pingback: freestyle beats

Deixe Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.