Insónias

Um voto de confiança pessoal no Eng. Bragança Fernandes

Tudo indica que o Eng. António Bragança Fernandes será o único candidato à presidência da Comissão Política Distrital do PSD do Porto. Após o anúncio da sua candidatura felicitei-o pela sua disponibilidade e transmiti-lhe as minhas preocupações e propostas sobre o que acho que deverá ser o futuro do PSD no Distrito do Porto.

Entendo que, nos tempos mais próximos, o Eng. Bragança Fernandes terá condições para unir o PSD. É meu entendimento mesmo que o Eng. Bragança Fernandes, pessoa que muito estimo pelo seu humanismo e proximidade, poderá ficar na história do PSD do Porto como o homem e o político que conseguiu unir o partido, abri-lo à sociedade e devolver-lhe a respeitabilidade e o prestígio que o partido perdeu nos últimos anos no distrito do Porto.

Vai ter pela frente o difícil desafio que é ganhar as eleições autárquicas no Distrito do Porto. Vai receber como herança um PSD com apenas sete Câmaras Municipais no total de 18 no Distrito. E é bom recordar que parte com o pior resultado autárquico que o Partido teve no Distrito do Porto. A tarefa não é fácil, mas é possível vencer este desafio político.

No momento em que escrevo este texto não conheço o programa, nem a equipa que vai acompanhar o Eng. Bragança Fernandes, mas gostaria de ver um projecto político inclusivo aberto às diversas sensibilidades existentes no seio do PSD que se foram afastando do partido nos últimos anos. Poderia dar muitos exemplos de militantes que se afastaram, mas vou ficar-me apenas por um, sem menosprezo por qualquer outro, que gostaria de ver regressar aos órgãos políticos distritais pelo significado que hoje tem dentro e fora do Partido no Porto. Estou a falar do Dr. António Tavares, actual Provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto que, hoje, é uma referência para muitos militantes e cidadãos do distrito do Porto. Foi com muita atenção que li, ontem, o seu artigo de opinião no Jornal Público. Muito assertivo e reflexivo. Partilho de muitas das suas preocupações e da necessidade de mudança de paradigma político em função de uma nova realidade Nacional, Europeia e Mundial.

Os tempos que se avizinham não serão fáceis. Este será um momento chave para o futuro do PSD no Distrito do Porto e no País. Faço votos que o Eng. Bragança Fernandes agarre, com sucesso, esta oportunidade única com as duas mãos. Por isso, tomei a decisão de dar um voto de confiança pessoal ao Eng. Bragança Fernandes nas eleições que terão lugar no próximo Sábado, dia 23 de Julho, com a salvaguarda que continuarei a ser fiel a mim próprio, nunca abdicando dos meus princípios, valores e causas.

Gosto(7)Não Gosto(1)