PROMETEMOS E CUMPRIMOS

No início de 1997 começamos, neste concelho, a constituir as equipas que se iriam apresentar aos eleitores Paivenses nas eleições autárquicas de Dezembro desse ano. Como cabeça de lista na lista da Câmara Municipal recolhi elementos em todas as freguesias sobre que investimentos gostariam de ver concretizados. Na freguesia de São Martinho a reunião decorreu em casa do saudoso Professor Nélito (Manuel Rocha), com a presença dele, do Sr.Manuel Emilio dos Santos, e do Professor Carlos Vilela, por sinal estes três elementos constituíam, o Executivo da Junta de Freguesia no mandato 1993-1997.
Na altura o Centro Cultural e Recreativo de São Martinho tinha algumas equipas nos escalões jovens, não tinha instalações próprias, jogando em campos emprestados e tinha resultados desportivos promissores.
Daí que foi-nos solicitado que, entre outras realizações, incluíssemos no nosso programa eleitoral para o mandato 1997-2001 a construção de uma zona desportiva em São Martinho, entre muitas outras realizações. O objectivo desta zona desportiva era ser uma espécie de formação de jovens, clube satélite, para outros clubes nos patamares séniores.
Vencemos as eleições autárquicas em Dezembro de 1997, e apesar da elevada dívida com que nos deparamos quando chegamos ao Municipio, cerca de 15 milhões de euros, não baixamos os braços pois não podíamos defraudar quem queria a mudança em Castelo de Paiva e quem em nós tinha acreditado. E assim, começamos a dar cumprimentos às medidas que constavam do nosso programa eleitoral.
No caso em apreço, não tínhamos terreno em São Martinho. Na reunião do Executivo Municipal de 4.1.1999, foi decidido por UNANIMIDADE, a aquisição de 8613 m2 e a restante área necessária foi oferecida pela Quinta da Taipa. No total o terreno custou 102.000,00 euros.
Depois foi preciso fazer o projecto e executar a obra. Nas terraplanagens, construção da bancada coberta, na lavandaria, no bar e na iluminação do campo, foram investidos mais de 260.000,00 euros.
Para este equipamento desportivo não tivemos nenhum apoio de nenhuma entidade pública ou privada, tendo todo este investimento sido financiado a 100% pelo orçamento municipal. E a 30 de Junho de 2001, foi inaugurada esta infra estrutura desportiva, tendo sob minha proposta sido atribuído o nome de Campo Manuel Emílio dos Santos.
Naturalmente, que à data, ficou a faltar a colocação do piso relvado ou sintético. Mas aqui também havia um compromisso de que o primeiro campo no concelho a ter tapete verde seria o Campo Municipal da Boavista, facto que foi possível inaugurar, em Setembro 2009.
Soube recentemente que com o apoio da Câmara Municipal, do IPDJ e da Associação de Futebol de Aveiro, o Campo Manuel Emílio dos Santos, vai passar a dispor de um piso sintético.
O sonho de algumas gerações vai ser agora concretizado. Mais vale tarde que nunca. Fico satisfeito por isso, e espero que o futuro seja ainda mais risonho para esta colectividade que muito tem prestigiado o desporto Paivense.
Uma curiosidade, em Dezembro de 2000, a Câmara Municipal por mim presidida, levou, a Espanha (norte da Galiza, Ayuntamiento de Carballo), uma delegação desportiva, composta pelas equipas de iniciados e juvenis do C.C.R.de São Martinho e pela equipa sénior do Sporting Clube Paivense. Realizaram-se três jogos, os iniciados ganharam por 3-2, os juvenis perderam por 3-2, e os séniores do S.C.Paivense empataram 0-0.
De 1998 a 2009, presidi a três executivos autárquicos. Alguns só falam na dívida, mas esquecem-se que também deixamos muitos ACTIVOS, mas isso eles ocultam. Activos esses constituídos por muitos equipamentos de vária índole, onde se incluem por exemplo algumas infra estruturas desportivas, como esta, construídas de raiz. São activos que marcaram a nossa gestão autárquica e que são propriedade municipal, embora neste caso, sob a gestão do C.C.R. de São Martinho. Desejo as maiores felicidades a esta colectividade. São Martinho merece.
EM 1997, PROMETEMOS E CUMPRIMOS.

Gosto(0)Não Gosto(0)

Deixe Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.