Portugueses desobrigam Passos Coelho a votar contra a baixa da TSU

Infelizmente a palavra coerência não existe na praxis dos partidos políticos. Os políticos afirmam, com uma enorme facilidade, uma coisa e o seu contrário.

E isto vem a propósito de Pedro Passos Coelho ter anunciado que o PSD vai votar contra a descida da TSU para as empresas como forma de “compensação” pela subida do salário mínimo nacional.

Talvez Passos Coelho se tenha esquecido que, quando foi primeiro-ministro, defendeu a descida da TSU para as empresas. Eu não me esqueci. Penso que a maioria dos portugueses também não.

Este anúncio de Passos Coelho parece-me mais uma pequena vingança que manifesta uma falta de sentido de estado. Em politica, como na vida, podemos trilhar os mais diversos caminhos, mas termos que assumir as suas consequências. E na vida, como em política, existem caminhos que não nos levam a lado algum.

A acção politica não pode ser comandada por ressabiamentos. Há algo muito mais importante que é o interesse colectivo. E esse tem que estar sempre acima de tudo.

Eu sei Passos Coelho é teimoso. Penso que os portugueses também já perceberam isso mesmo. Mas a teimosia tem que ter limites.

Foi assim quando Passos Coelho decidiu apresentar o ” livro proibido” do Arquitecto Saraiva. Aliás foi esta atitude incompreensível que me levou a sair do PSD ao fim de 25 anos.

Na altura Passos acabou por recuar mais tarde na decisão, depois do descontentamento que esta sua atitude gerou no interior do PSD, pedindo ao Arquitecto Saraiva que o desobrigasse de apresentar do seu polémico livro. Foi um recuo de Passos, contudo sem reconhecer e assumir o seu erro.

Este momento marcou indelevelmente o futuro político de Passos Coelho, mas parece-me que o líder do PSD não percebeu este erro, como não percebeu muitas outras coisas. Por isso continua a insistir neste caminho errante.

Espero que Passos Coelho perceba, mesmo que tardiamente, que continua a trilhar o caminho errado, recuando nesta sua decisão optando pela abstenção nesta votação.

Estou convicto que, neste caso, a maioria dos portugueses desobrigarão Passos Coelho a votar contra a descida da TSU, em nome da importância da concertação social.

Mais uma vez, mais vale tarde que nunca. Assim espero!

Paulo Vieira da Silva

Gosto(40)Não Gosto(23)

10 Comments

  1. Sr Paulo,
    Concordo com a sua exposição, mas para uma alternativa ao governo do PS, e do centro direita que líder recomenda? Passos governou mal, mas levou o país a nova bancarrota!

    Gosto(1)Não Gosto(1)
  2. Se não der muito trabalho explique a semelhança entre a descida proposta em 2012 e esta. Se souber, porque aparentemente não faz a mínima ideia do que está a comentar nem num caso nem noutro.

    Gosto(14)Não Gosto(3)
    • Em 08/04/2016 uma redução de 0.75 foi votada na assembleia da república com a abstenção da bancada social democrata, como compensação para o aumento do salário mínimo após acordo em concertação social . Os deputados não são os mesmos? O que mudou? Não precisamos de ir a 2012! Cumprimentos.

      Gosto(2)Não Gosto(1)
  3. Sr. Paulo.
    Estou curioso para saber o conteúdo dessa "concertação", você tem isso? É que eu não encontro em lado nenhum. Envie-me por favor para o meu email ou publique no seu blog.
    Abraço

    Gosto(2)Não Gosto(2)
    • Ver comentário Dr Marques Mendes na Sic de 16/01/2017. Abraço.
      http://sicnoticias.sapo.pt/opiniao/2017-01-16-Marques-Mendes-diz-que-posicao-do-PSD-contra-a-TSU-e--incompreensivel

      Gosto(2)Não Gosto(0)
  4. O panorama e as razões pelas quais o PS quer baixar a TSU nada têm a ver com aquelas que moviam PPC a fazê-lo. Mas vamos admitir que o cenário era exactamente o mesmo: então porque razão o PS, que agora quer a baixa da TSU, não é acusado de incoerência sabendo-se, como toda a gente sabe que ele, PS, a isso se opunha vigorosamente quando do anterior Governo? Ou seja, o PS quer fazer aquilo a que se opunha e ninguém o acusa. O PSD faz precisamente o mesmo e é acusado. Como sempre, dois pesos e duas medidas.

    Gosto(16)Não Gosto(6)
  5. Senhor Diogo Pacheco Amorim:
    Das suas palavras deduz-se que, afinal, são todos iguais.
    Como o PS esteve contra a descida da TSU, agora o PSD faz o mesmo.
    Mas há um pormenor: no ano passado, a baixa que o PS propôs foi exactamente nos moldes deste ano.
    Qual foi a votação?
    PS e CDS votaram a favor.
    BE e PCP votaram contra.
    PSD absteve-se.
    -----------------------
    P. S. 1 - Ao contrário do que diz, o PS pode ser acusado de incoerência, afinal, é o que o senhor - e outros noutros locais - estão a fazer.
    Como o senhor e muitos outros criticam a incoerência do PS, não há dois pesos e duas medidas. Ou o senhor e os restantes críticos não são ninguém?
    Mas em relação a uma medida correcta, há dois tipos de incoerência: a boa e a má.
    Neste caso, a boa é a do PS. Porquê? Porque votou contra inicialmente e agora (propõe) e vota a favor. Ou porque mudou de opinião ou por força da realidade com que se confronta quem governa. Mas mudou no bom sentido.
    Neste caso, a má é a do PSD. Porquê? Porque se uma coisa é boa não pode passar a ser má.
    A não ser que haja novas circunstâncias tais que a isso obriguem.
    E quais são essas circunstâncias que levam o PSD a considerar agora a baixa da TSU má?
    É capaz de nos explicar?
    Eu tenho uma explicação: andar de cabeça perdida à procura do Diabo e ainda não o ter encontrado.
    Assim, tudo vale, olho por olho, dente por dente.
    CONCLUSÃO: Afinal, são todos iguais: na incoerência, no maniqueísmo, na atitude de porem os interesses da luta político-partidária acima dos interesses do país.
    P. S. 2 - Ouviu ontem o P. P. Coelho a mentir? A dizer que os partidos da geringonça (BE e PCP) que se entendam, porque no ano passado não estavam contra mas este ano estão.
    O homem é um mentiroso compulsivo.
    Nada a que não nos tivesse habituado desde a campanha eleitoral de 2011.
    Se quiser divertir-se, ou ficar arrepiado, veja aqui:
    As mentirolas de Passos Coelho
    https://www.youtube.com/watch?v=1OhP5592WI4
    --------------------------------------------------------------------
    Ou Passos Coelho e a impostura através dos comícios e da televisão.
    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=SWKerbNIQcU#!
    --------------------------------------------------------------------
    O elogio a Dias Loureiro
    https://youtu.be/c2mhTEKrvcw
    Uma verdadeira pérola:
    «… conheceu mundo, é um empresário bem-sucedido, viu muitas coisas por este mundo fora e sabe, como algumas pessoas em Portugal sabem também, que se nós queremos vencer na vida, se queremos ter uma economia desenvolvida, pujante, temos de ser exigentes, metódicos.»
    O empresário é Dias Loureiro e o autor é o Pedro Passos Coelho.
    --------------------------------------------------------------------
    «O problema é que o Estado, o governo, está prometer vender participações como quem vende os anéis para ir buscar dinheiro. (...) A política de privatizações em Portugal será criminosa, nos próximos anos, se visar apenas vender activos ao desbarato.» (Pedro Passos Coelho, Fevereiro de 2010 e Junho de 2010)
    --------------------------------------------------------------------
    «Não lançaremos a privatização [da TAP] a poucos meses das eleições legislativas.» (António Pires de Lima, Julho de 2014)
    --------------------------------------------------------------------
    O imposto sobre o património acima de 1 milhão de euros
    https://youtu.be/mqTCnq__JtY
    --------------------------------------------------------------------
    Outra versão do imposto sobre o património acima de 1 milhão de euros
    https://youtu.be/bix3OAIvCoY
    --------------------------------------------------------------------
    Sobre a derrogação do sigilo bancário.
    https://youtu.be/JlF7EP7yZAI
    --------------------------------------------------------------------
    Outra versão sobre a derrogação do sigilo bancário
    https://www.youtube.com/watch?v=C18ePxzLfvs
    --------------------------------------------------------------------
    Afinal, quem governa Portugal?
    https://www.insonias.pt/quem-governa-portugal/
    --------------------------------------------------------------------
    As certezas sobre o futuro e as amnésias sobre o passado recente
    http://pedrolains.typepad.com/pedrolains/2016/10/o-pa%C3%ADs-das-certezas-sobre-o-futuro.html

    Gosto(4)Não Gosto(3)
  6. Este artigo do PÚBLICO dispensa quaisquer explicações minhas:
    https://www.publico.pt/2017/01/16/politica/noticia/o-que-une-e-separa-as-varias-reducoes-da-tsu-1758389

    Gosto(4)Não Gosto(1)

Deixe Um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.