Insónias

Passos Coelho é mentiroso. Ponto.


20160507_121659

Ontem Pedro Passos Coelho em declarações à imprensa sobre a inauguração do Túnel do Marão afirmou que ” mesmo que eu fosse primeiro-ministro, coisa que hoje não sou, e a obra fosse inaugurada amanhã, eu não estaria lá. Porque nunca estive em nenhuma obra de inauguração enquanto fui primeiro-ministro, nem de estradas, nem de autoestradas, nem de pontes, nem de coisa nenhuma.”

O ex-primeiro-ministro, Passos Coelho só pode estar com um grave problema de memória, que talvez possa justificar estas afirmações aos jornalistas, bem como a falta de norte, de rumo e da existência de uma estratégia completamente incompreensível e irrónea do PSD nos últimos 6 meses.

Lamento muito afirmar isto do actual líder do meu Partido, mas a minha honestidade intelectual obriga-me a dizer que Pedro Passos Coelho mente descaradamente aos portugueses. É suficiente fazer uma pesquisa no Google para perceber, em 15 segundos, que o ex-primeiro-ministro fez diversas inaugurações.

Em 15 segundos de pesquisa encontrei diversas noticias relatando, por exemplo, a inauguração de uma nova ponte na foz do Rio Dão no IP3, a inauguração de obras da criação de uma infraestrutura de rega no Alqueva e até a inauguração do heliporto da nova sede da Polícia Judiciária que ainda não contava com a certificação do Instituto Nacional de Aviação Civil e que, por isso à data, ainda nao podia ser utilizado.

Mais, em 15 de Fevereiro do corrente ano, Pedro Passos Coelho já nao exercia as funções de primeiro-ministro e participou na inauguração de um Centro Escolar, no concelho de Paredes que estava em funcionamento desde o ano lectivo de 2013/2014.

E fico-me por aqui no que diz respeito a inaugurações efectuadas por Passos Coelho para não ser fastidioso.

Entendo que Passos Coelho deveria retratar-se e pedir desculpa aos portugueses face às suas declarações proferidas ontem à imprensa.

Espero que tenha a humildade suficiente para o fazer com a máxima brevidade.

Gosto(153)Não Gosto(12)