Insónias

Candidaturas independentes em Coimbra?

 

Hoje o Diário As Beiras aborda o tema das candidaturas independentes em Coimbra. O assunto é introduzido por Ricardo Castanheira e pelo diretor do jornal Agostinho Franklin, sendo depois argumentado por José Manuel Silva (ex-bastonário da Ordem dos Médicos) e por mim próprio (J. Norberto Pires).

Convido-vos todos a ler e a perceberem as razões apresentadas por duas pessoas que consideram essencial a existência de candidaturas independentes. Da minha parte, deixei, de novo, muito claro o que penso e aquilo que deve ser uma candidatura independente, a qual deve ser protagonizada por alguém com pensamento sobre Coimbra.

Pessoalmente estarei também muito atento à possibilidade de contribuir para uma candidatura ganhadora, isto é, uma candidatura que conheça bem o que deve ser feito e que perceba como se deve constituir.

O único cenário de interesse para a cidade e região é, no meu ponto de vista, uma candidatura que seja capaz de mobilizar – tendo por base pensamento crítico de anos e a participação em projetos concretos – as melhores soluções em termos de equipas e estratégias para Coimbra. Só uma candidatura assim tem potencial para gerar esperança, convencer as pessoas e ganhar pela diferença.

O texto (em PDF) pode ser encontrado neste link:
https://www.dropbox.com/s/s96imu5prd7dwfj/4_5_pdf.pdf?dl=0

Gosto(4)Não Gosto(0)