Os votos dos portuenses não têm dono

Hoje tenho lido muitas opiniões sobre o fim do casamento entre Rui Moreira e o PS. Mas também sobre o desfecho das próximas eleições Autárquicas no Porto.

Eu confesso que não arrisco qualquer prognóstico. Neste momento penso que o resultado está em aberto. As razões que levaram à supreendente vitória de Rui Moreira em 2013 poderão ser as mesmas que podem conduzir a uma derrota do actual presidente da Câmara nas próximas Autárquicas.

(Ler Mais…)

Gosto(36)Não Gosto(9)

Caro Rui…

14937380_963615487078314_3461751082745254400_n

Caro Rui…

ou

Acudam, que vem aí o lobo…mas, uma vez mais, o lobo não veio!

Estes seriam o título e o sub título que eu escolheria se tivesse uma crónica, paga, no “Correio da Manhã”.

Mas não tenho.

Felizmente.

A linha redatorial do “Correio da Manhã” nunca foi do meu agrado, isto para não dizer que, a maior parte das vezes, é do meu total desagrado. Demasiadas inverdades e, acima de tudo, muita manipulação das verdades. Mas, também, provida de uma vertente muito populista e fatalista que não considero benéfica. Se tivesse que eleger uma tríade que resumisse o “Correio da Manhã” escolheria, sem tergiversações, “Sangue, suor e lágrimas…”

Mas, após este introito, passemos a matéria de facto.

Mãos amigas, diversas, pois como soi dizer-se, “Quem tem amigos não morre na cadeia”, fizeram-me chegar uma crónica que Rui Moreira teria publicado há dias no “Correio da Manhã”. E, como a curiosidade tintila a mente de qualquer um, eu, vulgo mortal, deixei que a minha me estimulasse e fui ler.

(Ler Mais…)

Gosto(6)Não Gosto(0)

Os emails dos Manéis e o artigo de opinião do Rui

foto@sic

foto@sic

Hoje parece que virou moda alguns políticos escreverem artigos de opinião que parecem pretenderem atingir determinadas pessoas, porém, sem a coragem de identificar os destinatários.

Esta forma de escrita não enobrece quem escreve porque deixa no ar a suspeição sobre um número indeterminado de cidadãos e ao mesmo tempo manifestam uma enorme intolerância relativamente à critica.

As pessoas que são titulares de cargos políticos e públicos têm que estar preparadas, a todo o tempo, para o escrutínio público. E isto não impede de forma alguma que estes não façam a sua defesa, aliás, muito pelo contrário, até porque entendo essencial o esclarecimento público no sentido do normal funcionamento das instituições e da democracia.

E isto vem a propósito de um artigo de opinião que o presidente da Câmara Municipal da Câmara do Porto, Rui Moreira, escreveu, hoje, no Correio da Manhã intitulado “ Os emails dos Manéis “.

(Ler Mais…)

Gosto(7)Não Gosto(0)

Rui Moreira pode perder apoio do CDS: a caminho pode estar uma candidatura de Marco António Costa

foto@publico

foto@publico

No último Congresso Assunção Cristas anunciou o apoio a Rui Moreira nas próximas eleições autárquicas afirmando que “posso dar o exemplo da Câmara do Porto. O CDS apoiou desde a primeira hora a candidatura independente de Rui Moreira e com ele temos governado a autarquia. Se decidir candidatar-se de novo, proporei aos órgãos do CDS a renovação do apoio à sua candidatura”.

Após estas declarações parecia que o apoio a Rui Moreira era definitivo. Mas afinal pode não ser. Nos últimos dias o presidente da Distrital do Porto do CDS, Álvaro Castello-Branco, disse que “nunca falei sobre esta questão com o Rui Moreira e também não sei o que é que ele pensa em relação ao futuro”. Entendo que estas declarações são no mínimo estranhas depois da posição pública de Assunção Cristas deixando agora uma porta aberta a uma eventual coligação entre PSD e o CDS na cidade do Porto.

Porém não acredito que seja um apoio a uma recandidatura de Rui Rio até porque não acredito que o ex-presidente da Câmara da Invicta esteja disponível.

É publico que Álvaro Castello-Branco e Marco António Costa são muito próximos. Por isso vejo muito mais nas declarações de Castello-Branco a possibilidade de um apoio do CDS a uma eventual candidatura de Marco António Costa à Câmara do Porto. (Ler Mais…)

Gosto(8)Não Gosto(2)

Partidarites e comichões

A propósito de um artigo de opinião dado à estampa no JN e da autoria de um velho amigo meu e deputado à AR pelo PSD, Paulo Rios de Oliveira, tentarei alinhar algumas ideias relativamente àquilo que se me afigura como o grande erro em que têm vindo a laborar os partidos políticos e as suas respetivas estruturas concelhias no que respeita às eleições autárquicas. Assim, movidos por uma “premente” necessidade de extrapolação dos resultados ao nível nacional, há a tentação de insistir em considerá-las exclusivamente como se de uma extensão dos interesses do partido e das suas políticas nacionais se tratassem. E isto não é um raciocínio de um homem só, mas sim uma “regra” que parece ter vindo a ser absorvida por tudo o que são estruturas de coordenação partidária.

(Ler Mais…)

Gosto(8)Não Gosto(0)

Rui Moreira a trabalhar para a ” fotografia “

822109

Confesso que a primeira metade do mandato de Rui Moreira foi uma agradável surpresa, porém o último ano tem sido uma desilusão.

Tenho observado muito ” show off “, muita preocupação em trabalhar para a sua imagem pública.

Por outro lado tenho visto um abandono progressivo dos bairros sociais e dos mais pobres, muitas promessas por cumprir e mesmo muito pouca obra.

Nos últimos meses Rui Moreira tem sido muita parra e pouca uva.

(Ler Mais…)

Gosto(29)Não Gosto(3)

A encruzilhada política no Porto…

Câmara do Porto

 

O Porto Político encontra-se numa profunda encruzilhada da qual não será fácil sair, muito por culpa dos atuais Dirigentes Políticos Distritais, facto que gera incómodos e prejuízos para todos os partidos do espectro partidário.

A criação do fenómeno Rui Moreira, consentida à época por evidente falta de visão dos diversos dirigentes partidários, a esperta, que não inteligente, gestão da própria imagem muito à custa do dar ao povo o que ele gosta, leia-se “Show off”, muita cosmética e algumas polémicas sabiamente incentivadoras do espírito regionalista com sabor nortenho, com um pouco discreto encostar ao Futebol Clube do Porto, muito espetáculo, muita música e muito foguetório, acrescido de um descarado piscar de olhos à ECIE, vulgo Esquerda Caviar Intelectual e Elitista, revelou-se a receita para o estado actual…

(Ler Mais…)

Gosto(12)Não Gosto(0)

O PSD PORTO É MUITO MAIS!

logo

O comunicado e as várias declarações emitidas a semana passada pela Concelhia do PSD Porto relativas à atribuição do Pelouro da Economia do Município do Porto ao Senhor Vereador Dr. Ricardo Valente (eleito na lista “Porto Forte”) foi “a gota de água que fez transbordar o copo”.

Entendo que o PSD do Porto é muito mais do que o plasmado nesse comunicado!

Por isso decidi apresentar a minha demissão de Conselheiro Estratégico do PSD da Cidade do Porto por entender que as minhas discordâncias estratégicas, bem com as práticas levadas a cabo pela atual Comissão Política Concelhia do PSD Porto, não são compatíveis com a manutenção da minha permanência em qualquer órgão dependente da mesma.

(Ler Mais…)

Gosto(12)Não Gosto(0)