PSD – Moção de Confiança

No debate quinzenal de hoje na Assembleia da República acabado há poucos minutos, o Líder Parlamentar do PSD, Hugo Soares, apelou ao Primeiro Ministro para apresentar uma Moção de Confiança ao seu Governo.

Estando programada a discussão e votação da Moção de Censura apresentada pelo CDS\PP para a próxima terça feira de que resultará a continuidade ou não do actual Governo, não consigo entender a razão da apresentação de uma Moção de Confiança.

Realmente o PSD teria sido ultrapassado pelo CDS\PP e viu-se obrigado a dizer por intermédio do seu ainda Líder Pedro Passos Coelho que, obviamente, votará favoravelmente a referida Moção de Censura.
(Ler Mais…)

Gosto(3)Não Gosto(0)

PSD – A MUDANÇA NECESSÁRIA

Quando está em cima da mesa a mudança de liderança no PSD, logo se perfilam na linha de partida os suspeitos do costume. Começa-se mesmo a contar “espingardas”!

Será que nenhum deles, tenha dois neurónios a funcionar, ou pior que isso a decência de pensar um pouquinho alem do próprio umbigo, para se perguntar: – GANHAR PARA QUÊ?

(Ler Mais…)

Gosto(11)Não Gosto(1)

CONDEIXA – O PEQUENO PRINCIPEZINHO

E ao 41º ano Condeixa é mais socialista que nunca! O PS hoje tem maioria absoluta em todos os órgãos autárquicos do concelho: na câmara municipal, na assembleia municipal e em todas as 7 freguesias, mesmo naquelas em que o PSD já foi poder e são, tradicionalmente, locais de forte votação no partido (a EGA, o Zambujal e Vila Seca/Bendafé, por exemplo). É um poder absoluto como nunca se viu na história da democracia em Condeixa.

(Ler Mais…)

Gosto(14)Não Gosto(0)

O futuro político de Passos Coelho e do PSD

As últimas sondagens apontam para que o PSD possa ficar abaixo dos 20% em Lisboa, Porto, Coimbra, Oeiras, Gaia, Gondomar, Matosinhos, Porto, entre outras importantes cidades, sendo que na Invicta possa mesmo ficar abaixo dos 10% e que na capital Teresa Leal Coelho possa ficar atrás de Assunção Cristas.

Apesar destas sondagens indicarem uma hecatombe eleitoral para o PSD, nos grandes centros urbanos, onde se concentram a maioria dos eleitores, confesso que não quero acreditar nestes resultados mas tenho a honestidade intelectual de reconhecer que parece existir um efeito “António Costa” a potenciar os resultados do PS.

(Ler Mais…)

Gosto(36)Não Gosto(5)

A opinião política sobre o PSD

Desde que o então Presidente da República Aníbal Cavaco Silva, contrafeito, empossou o actual Governo, a liderança do PSD entrou em período de visível indignação não aceitando que a nova situação política em Portugal era legal e tinha pernas para andar.

Os responsáveis do Partido sentaram-se á espera que tudo corresse mal ao Governo, alimentaram boatos, imaginaram resultados, desejaram desgraças das quais pudessem tirar proveito político.
Mas, António Costa e os Partidos que apoiam o Governo do PS, contrariaram tudo isso e foram com calma e atempadamente conseguindo resultados económicos e financeiros invejáveis e estabelecendo uma paz social há muito desaparecida.

A esperança voltou aos rostos dos Portugueses.

(Ler Mais…)

Gosto(7)Não Gosto(0)

Sarrabulho não é o mesmo que Sarrabulhada

Um dos meus melhores amigos vive em Ponte Lima. Por isso, regularmente visito a terra do arroz de sarrabulho e do vinhão e vou estando atento ao fenómeno político limiano. Aliás quem não se lembra do Orçamento de Estado “ do queijo limiano”, negociado com Daniel Campelo, no tempo do governo do Eng. Guterres.

Agora quando visito Ponte de Lima vejo que começou a poluição visual. Mas pior ainda é constatar que quem está no poder tem muitos mais recursos e, por isso, parte na corrida uns metros à frente. Mas como em tudo na vida, não interessa como começa, interessa sim, como acaba.

Refiro-me aos cartazes políticos, às figuras, aos slogans, à presença intrometida e invasiva de muitos. Confesso que mesmo que quisesse estar alheio ao fenómeno político não conseguiria dado este inebriante folclore minhoto.

(Ler Mais…)

Gosto(14)Não Gosto(9)

A verdade sobre Luís Filipe Menezes que ninguém vai conseguir apagar

Luís Filipe Menezes liderou, a Câmara Municipal de Gaia, durante 16 anos. Foram 4 mandatos autárquicos. E 4 maiorias absolutas.

Recordo-me que foi no Verão de 1997 que Menezes tomou a decisão de se candidatar-se à Câmara de Vila Nova de Gaia. Na altura definiu um projecto muito ambicioso para trazer Gaia do terceiro para o primeiro mundo.

Antes de mais e, desde já, quero fazer uma declaração de interesses. Sou amigo de Luís Filipe Menezes há muitos anos. Não lhe conheço especial riqueza, nem vida de luxo, para quem foi médico pediatra, exerceu funções no governo de Portugal, presidente da Câmara de Gaia e Presidente do Partido Social Democrata. Aliás, bem pelo contrário, é um homem simples, com uma família simples. Por isso não consigo ler algumas coisas que, de tempos a tempos, vejo escritas ou faladas sobre a sua pessoa e família.

O meu percurso político partidário foi feito ao seu lado apesar de nem sempre ter estado de acordo com ele. Uma dessas ocasiões foi quando escolheu Marco António Costa para seu vice-presidente. Não é novidade para ele. Já lho disse várias vezes. Entendo que Marco António é um “peso” deveras pesado que Menezes carrega desde o dia em que fez essa opção até aos dias de hoje.

Apesar de amigos nunca fui seu vereador, nem assessor ou em momento algum as minhas empresas prestaram serviços à Câmara Municipal de Gaia. Por todas estas razões estou muito à vontade para escrever este meu artigo de opinião.

(Ler Mais…)

Gosto(106)Não Gosto(23)

Os votos dos portuenses não têm dono

Hoje tenho lido muitas opiniões sobre o fim do casamento entre Rui Moreira e o PS. Mas também sobre o desfecho das próximas eleições Autárquicas no Porto.

Eu confesso que não arrisco qualquer prognóstico. Neste momento penso que o resultado está em aberto. As razões que levaram à supreendente vitória de Rui Moreira em 2013 poderão ser as mesmas que podem conduzir a uma derrota do actual presidente da Câmara nas próximas Autárquicas.

(Ler Mais…)

Gosto(36)Não Gosto(9)