Em nome de um novo PSD do Porto apoio Rui Nunes

No próximo dia 30 de Junho a Distrital do PSD do Porto vai a votos. Apresentam-se três candidatos a sufrágio: Alberto Machado, Alberto Santos e Rui Nunes.

Nada tenho contra Aberto Machado e Alberto Santos, até pelo contrário, conheço-os há muitos anos, ambos são homens honestos e excelentes autarcas, porém penso, nomeadamente pelos apoios que reúnem, não têm as condições políticas para fazerem a ruptura com o passado que o actual momento exige.

Um passado em que paulatinamente, nos últimos anos, o PSD foi perdendo a influência política no Distrito.

Um passado que levou o PSD a uma derrota histórica nas últimas Autárquicas. No Distrito perdeu as Câmaras de Felgueiras, Paredes e Marco de Canaveses para o PS, liderando agora apenas cinco autarquias num total de dezoito Municípios sendo que na cidade do Porto teve uma derrota humilhante tendo conseguido somente 10,39% dos votos e elegendo apenas um vereador.

(Ler Mais…)

Gosto(11)Não Gosto(3)

PSD Porto: apoiantes de Rui Moreira perdem eleições

luis_osorio_psd_porto

Ontem decorreram as eleições para o carismático Núcleo Ocidental do PSD do Porto. Frente a frente estavam duas listas. Uma liderada por Luís Osório que se recandidatava a um novo mandato. A outra lista era liderada por Miguel Corte-Real que integra o movimento “Portugal não pode esperar” lançado, há cerca de um mês, pelo antigo presidente da JSD, Pedro Rodrigues, que pretende ser um espaço de abertura, de debate e de definição daquilo que deve ser o PSD e o País.

Luís Osório defendia que, nas próximas eleições autárquicas, o PSD fosse a votos com um candidato próprio e contava com apoio de destacados militantes do PSD como Amândio de Azevedo, Rui Rio e Pedro Duarte. Por sua vez a lista de Miguel Real era composta e apoiada por diversos militantes que preconizavam o apoio do PSD à recandidatura de Rui Moreira ao Porto.

(Ler Mais…)

Gosto(10)Não Gosto(1)

Um voto de confiança pessoal no Eng. Bragança Fernandes

bragança_fernandes_pulpito

Tudo indica que o Eng. António Bragança Fernandes será o único candidato à presidência da Comissão Política Distrital do PSD do Porto. Após o anúncio da sua candidatura felicitei-o pela sua disponibilidade e transmiti-lhe as minhas preocupações e propostas sobre o que acho que deverá ser o futuro do PSD no Distrito do Porto.

Entendo que, nos tempos mais próximos, o Eng. Bragança Fernandes terá condições para unir o PSD. É meu entendimento mesmo que o Eng. Bragança Fernandes, pessoa que muito estimo pelo seu humanismo e proximidade, poderá ficar na história do PSD do Porto como o homem e o político que conseguiu unir o partido, abri-lo à sociedade e devolver-lhe a respeitabilidade e o prestígio que o partido perdeu nos últimos anos no distrito do Porto.

Vai ter pela frente o difícil desafio que é ganhar as eleições autárquicas no Distrito do Porto. Vai receber como herança um PSD com apenas sete Câmaras Municipais no total de 18 no Distrito. E é bom recordar que parte com o pior resultado autárquico que o Partido teve no Distrito do Porto. A tarefa não é fácil, mas é possível vencer este desafio político.

(Ler Mais…)

Gosto(7)Não Gosto(1)

Os mandatos são para ser cumpridos

24370300702_eb59940e7c-1-1

Hoje o site do ” Público ” noticia que um grupo de militantes do PSD do Porto, em que se incluem algumas pessoas que merecem a minha estima pessoal, pretendem a antecipação das eleições para a Distrital com o argumento que a gestão do processo eleitoral autárquico deve ser feito por uma nova equipa, e não pela actual cujo mandato termina no final do ano.

(Ler Mais…)

Gosto(10)Não Gosto(0)