Planeamento: a solução também para os incêndios

2015851955_tresbombeiros

Um dos principais problemas do nosso Pais, senão mesmo o principal, é a inexistência de planeamento. As coisas acontecem e depois logo se vê. Vivemos num permanente experimentalismo.

A falta de planeamento, em regra, paga-se muito cara. Na vida, nas empresas, mas sobretudo ao nível da governação porque neste caso pagamos todos pela mesma medida.

E o problema dos incêndios em Portugal não foge a esta regra. É claramente também um problema de inexistência de um planeamento sério.

Sejamos intelectualmente honestos. O problema não é deste governo. É de todos, sem excepção, que o antecederam.

O governo e as autarquias locais não preparam a época dos incêndios durante o Inverno como não preparam a minimização dos efeitos das tempestades durante o Verão.

No fim quem sofre são sempre os mesmos – as populações – e quem lhes valhe nestes momentos de aflição são também os mesmos de sempre – os nossos soldados da paz – os bombeiros.

Um enorme bem-haja a todos os portugueses – populações e bombeiros – que resistem e lutam heroicamente contra este flagelo todos os Verões.

Gosto(11)Não Gosto(0)