A corrupção não tem cor, nem raça, nem credo, nem ideologia

corrupção

A corrupção não tem cor, não tem raça, não tem credo, nem base ideológica. Não é de direita, nem de esquerda. Está sim nos princípios e nos valores de cada mulher e de cada homem.

E já que falamos de valores e princípios  talvez tenha sido, por mero acaso, que o advogado Leandro Balcone, activista contra os governos de Dilma Roussef, e defensor público da prisão dos políticos envolvidos na operação Lava-Jato, incluido o ex- presidente, Lula da Silva, tenha sido morto, na passada terça-feira, no seu escritório com 12 tiros por um homem ainda não identificado.

O artigo de opinião, hoje no jornal Público, de São José Almeida é uma excelente resposta para uma determinada esquerda, que idolatrava Lula da Silva, e que simultaneamente usava e abusava de uma superioridade moral no que dizia respeito à ética e à corrupção!

Gosto(0)Não Gosto(0)