PSD – Moção de Confiança

No debate quinzenal de hoje na Assembleia da República acabado há poucos minutos, o Líder Parlamentar do PSD, Hugo Soares, apelou ao Primeiro Ministro para apresentar uma Moção de Confiança ao seu Governo.

Estando programada a discussão e votação da Moção de Censura apresentada pelo CDS\PP para a próxima terça feira de que resultará a continuidade ou não do actual Governo, não consigo entender a razão da apresentação de uma Moção de Confiança.

Realmente o PSD teria sido ultrapassado pelo CDS\PP e viu-se obrigado a dizer por intermédio do seu ainda Líder Pedro Passos Coelho que, obviamente, votará favoravelmente a referida Moção de Censura.
(Ler Mais…)

Gosto(1)Não Gosto(0)

PEDRÓGÃO GRANDE (demissionite… doença actual)

Pedido pelo PSD e com o aval dos restantes partidos foi criada uma Comissão que apresentasse um Relatório Técnico Independente sobre o que realmente se passou no brutal incêndio de Pedrógão Grande onde perderam a vida 64 pessoas.

Esse relatório, um dossier de cerca de 300 páginas foi entregue ontem na Assembleia da República e dado a conhecer a todo o país.

Estava também já agendada uma Sessão especial da AR para a discussão do referido calendário, agenda essa aprovada por todos os partidos.

Mal o Governo soube da conclusão do relatório de imediato agendou uma reunião especial do Conselho de Ministros para o dia 21 de Outubro para discussão do mesmo e poder ou não assumir responsabilidades políticas.

Tudo isto são factos indiscutíveis.

(Ler Mais…)

Gosto(6)Não Gosto(1)

Tempos novos, vícios velhos

Tive ocasião de, nestas últimas autárquicas, fazer parte de uma lista candidata a um dos órgão municipal. Já não o fazia há uma série de anos porque não me identificava com as posturas do PSD local, lá é mesmo PSD, o PPD só agora é que vem ressurgindo aos poucos.

Nestas eleições, para além das candidaturas naturais dos Partidos haviam três candidaturas independentes das quais só uma vingou tendo sido vencedora em quase todo o Concelho. Essa candidatura, habilmente dissidente do PS local consegui congregar votos à Esquerda e à Direita e tal aconteceu apenas porque os militantes do PSD resolveram fazer uma leitura diferente do cenário local. Viram nessa candidatura uma forma de se “vingarem” do Poder que lá havia vigorado durante as últimas décadas deixando cair o seu candidato, o seu projecto e as suas equipas. Olhando mais para a sua agenda pessoal do que para a de todos os habitantes do Concelho. (Ler Mais…)

Gosto(2)Não Gosto(1)

PSD – A MUDANÇA NECESSÁRIA

Quando está em cima da mesa a mudança de liderança no PSD, logo se perfilam na linha de partida os suspeitos do costume. Começa-se mesmo a contar “espingardas”!

Será que nenhum deles, tenha dois neurónios a funcionar, ou pior que isso a decência de pensar um pouquinho alem do próprio umbigo, para se perguntar: – GANHAR PARA QUÊ?

(Ler Mais…)

Gosto(11)Não Gosto(1)

CONDEIXA – O PEQUENO PRINCIPEZINHO

E ao 41º ano Condeixa é mais socialista que nunca! O PS hoje tem maioria absoluta em todos os órgãos autárquicos do concelho: na câmara municipal, na assembleia municipal e em todas as 7 freguesias, mesmo naquelas em que o PSD já foi poder e são, tradicionalmente, locais de forte votação no partido (a EGA, o Zambujal e Vila Seca/Bendafé, por exemplo). É um poder absoluto como nunca se viu na história da democracia em Condeixa.

(Ler Mais…)

Gosto(13)Não Gosto(0)

Hoje regresso ao PSD para ajudar na sua “refundação”

Após 25 anos de militância no PSD tomei a decisão, no dia 19 de Setembro de 2016, de me desfiliar do Partido Social Democrata.

Ao longo destes longos anos desempenhei funções partidárias ao nível concelhio, distrital e nacional na JSD e no PPD/PSD, tendo sido mesmo eleito, em 2002, Militante Honorário em Congresso Nacional da JSD.

Tenho um profundo orgulho em ser social-democrata. Uma social-democracia que teve a sua génese em Eduard Bernstein e Willy Brandt e seguidores como Helmut Schmidt, Olof Palme e Francisco Sá Carneiro.

O PPD/PSD foi durante muitos anos um partido do centro que defendia o estado social assente em três pilares basilares, a saúde, a educação e a segurança social. E que estes pilares deveriam ser assegurados pelo Estado.

Esta é a social-democracia em que acredito, que defendo e continuarei a defender para o meu País.

(Ler Mais…)

Gosto(66)Não Gosto(17)

O futuro político de Passos Coelho e do PSD

As últimas sondagens apontam para que o PSD possa ficar abaixo dos 20% em Lisboa, Porto, Coimbra, Oeiras, Gaia, Gondomar, Matosinhos, Porto, entre outras importantes cidades, sendo que na Invicta possa mesmo ficar abaixo dos 10% e que na capital Teresa Leal Coelho possa ficar atrás de Assunção Cristas.

Apesar destas sondagens indicarem uma hecatombe eleitoral para o PSD, nos grandes centros urbanos, onde se concentram a maioria dos eleitores, confesso que não quero acreditar nestes resultados mas tenho a honestidade intelectual de reconhecer que parece existir um efeito “António Costa” a potenciar os resultados do PS.

(Ler Mais…)

Gosto(36)Não Gosto(5)

Opinião sobre o BE – Bloco de Esquerda

Após ter passado por uma fase relativamente longa de ajustes programáticos, saídas e entradas de militantes, o BE de Francisco Louçã entrou numa fase de crescimento significativo não deixando no entanto de ser um Partido de pura contestação aos poderes em exercício.

Com a subida á liderança de João Semedo e Catarina Martins, um caso único na política portuguesa, o BE começou a dar sinais de abertura ao diálogo com outras forças políticas, sendo de notar a moderação de Semedo e a frontalidade de Catarina.

Com a saída de João Semedo, Catarina Martins, uma nortenha de fibra, inteligente e acutilante, tem liderado o partido com muito tacto e bom senso o que faz com que o BE dispute em próximas eleições o podium da AR com a possível conquista do terceiro lugar.

Um partido onde as mulheres sobressaem pela voluntariedade e inteligência postas ao serviço das causas que querem defender… Destaco Catarina Martins, Marisa Matias, Mariana e Joana Mortágua.

Rostos que os portugueses se habituaram a ver, a arquivar na memória. Mulheres que julgo virem a ter importantes desempenhos no Portugal do futuro.

O Bloco de Esquerda acordou para a realidade.

(Ler Mais…)

Gosto(4)Não Gosto(0)