«Portugal é “melhor” e “mais bonito” vezes infinito. Agora são os Açores»

Este título é do Público, no caderno Fugas, e encontrei-o há dias, por simples acaso, em versão on-line. Abri-o e li-o com interesse.

Logo no início percebia-se a sua importância. Para o país e para o Douro. Mas como não o encontrara pelas redes sociais, diligenciei partilhá-lo. Com algum custo, é verdade, mas lá consegui fazê-lo com sucesso. Foi para à página da Douro Generation.

Pode crer o leitor que a partilha não se deveu a qualquer tipo de saloismo. Mas se não somos nós a gostar do nosso país, a manifestar gosto pelo que é nosso, o que esperamos? Que sejam outros a fazê-lo? No caso trata-se de uma atividade económica exportadora, tão elogiada nos tempos que correm. E Portugal, dois dos seus destinos turísticos, aparecem na lista dos melhores e mais belos destinos do mundo. O prémio do European Best Destinations (EBD) das melhores paisagens da Europa foi atribuído aos Açores. O Vale do Douro também está na lista, na 11.ª posição. Num conjunto de (Ler Mais…)

Gosto(3)Não Gosto(0)

Cooperação transfronteiriça

           Em recente visita a Mondim de Basto, o Primeiro-Ministro António Costa anunciou que em finais de Maio terá lugar em Vila Real uma Cimeira Ibérica sobre o tema da Cooperação Transfronteiriça. Antes, pelo que pude ler na comunicação social, terá lugar uma Cimeira Interparlamentar Ibérica.

Ótimo! Os Governos e os Parlamentos a analisar em conjunto os interesses, os anseios dos dois países, das regiões que a História separou, mas que a Geografia manteve próximas e que os Homens de um lado e do outro do que se convencionou chamar fronteira sempre souberam tornar território comum. E Vila Real em alta! (Ler Mais…)

Gosto(3)Não Gosto(0)

Donald Trump: a hiper-realidade de um louco

Eu já vi de tudo nesta vida.

São 47 anos que passaram à velocidade da luz, agora, visto assim.

Vi muros caírem, vi revoluções sem sangue derramado, vi a CEE, vi a Perestroika, vi os Stones, vi velhos ditadores morrerem, vi tsunamis – coisa que, até então, só em filmes e, foi a partir daí que comecei a acreditar que tudo é possível -, vi Mandela livre, vi Steve Jobs inventar-nos, vi, até, Portugal ser campeã da Europa, em futebol.

Mas, nunca esperei ver o que tenho visto, nestes primeiros dias do ano novo.

Confesso, tenho tido uma vida com mundo, uma vida cheia, pessoas, viagens, aprendizagem, desafios e confrontos, mas nunca tinha visto nada como agora, apesar de acreditar que o impossível é possível.

O 45º presidente dos Estados Unidos da América é um psicopata.

Donald Trump é um psicopata.

Pior, é que não há registos de um único psicopata que não seja perigoso.

(Ler Mais…)

Gosto(45)Não Gosto(0)