E SE…

A imagem pode conter: 1 pessoa, fato

Acho de uma estupidez sem tamanho que dirigentes do PSD, alguns próximos de Rui Rio, digam que o objectivo para Outubro é perder por poucos!

Pergunto: – nesse caso que estão lá a fazer? Vão para casa, fechem a “loja” e abram daqui a uns anos quando o povo já estiver farto de “estar bem” e isto esteja a virar pântano. Sim porque o que parece é que os portugueses só se lembram do PSD quando é preciso tirar o país do lixo.

Não comungo da mesma opinião e espero bem que Rui Rio também não. Habituámos-nos a ver Rui Rio como um felino da politica, daqueles que têm sete vidas, pelo que acho que as notícias sobre a sua morte politica são extremamente exageradas!

E se dois terços dos cabeça de lista forem não militantes, mas personalidades da sociedade civil com créditos profissionais firmados?

E se, Rui Rio, que não é Santana, aprendeu mais com o Francisco e em Setembro apresenta o seu governo, ou pelo menos os nomes do núcleo duro do governo e desafia o PS para debates sobre politicas sectoriais entre os candidatos a ocupar as respectivas pastas?

Foi isto que aconteceu aquando da AD e foi a melhor campanha e a mais esclarecedora que tivemos até hoje.
Ainda recordo como o “principiante” Cavaco meteu no bolso a “raposa” Constâncio!

Terá António Costa condições para recusar sem perder a face?

Quando tanto se fala do afastamento dos eleitos dos eleitores, de “algo em que possamos acreditar”, haverá melhor forma de credibilizar as opções que se decidem com o voto? De assumir com os eleitores compromissos sérios?

Rui Rio justificou a fraca lista para as europeias com o facto de não poder implodir o partido. Correu mal! As ultimas notícias mostram que correu mesmo muito mal!

A continuar com o mesmo medo não correrá o risco de que o partido em vez de implodir (eu acho que não tem outra solução) expluda (desfaça-se em frangalhos)?

Portugal (que não quer ser a Venezuela da Europa) precisa de um PSD forte liderado por alguém credível e que, mais por ações que por palavras, mostre que para ele:

– ” A política sem risco é uma chatice…
….e sem ética é uma vergonha!”

Eu ainda acredito que esse líder para a próxima década dá pelo nome de Rui Rio!

Gosto(1)Não Gosto(0)

OS MARRETAS!!!

Toda a gente conhece e reconhece que António Costa no que toca à lisura na atuação política não é flor que se cheire, e terá que ser pragmaticamente considerado um político “chico esperto” ao invés de um político inteligente.

Prova disso foi a estrondosa derrota nas ultimas legislativas contra um mais que desgastado Passos Coelho, derrota que conseguiu reverter com uma chico espertice “à lá tuga”. Tivesse o Dr. Costa anunciado previamente a sua disponibilidade para “construir” a geringonça e muito provavelmente os resultados teriam sido diferentes.

Isto é uma narrativa dificilmente contestável e o único erro do PSD, foi, além de manter na liderança um Passos que ao longo do seu mandato cometeu erros de mais, os suficientes para não conseguir uma maioria para formar governo, centrar toda a sua estratégia nesta narrativa como se não conseguisse sair dela.

(Ler Mais…)

Gosto(2)Não Gosto(0)

SÍNDROME PASSOS

Tenho Pedro Santana Lopes como um tipo inteligente e não o considero, de todo, de direita nem sequer da ala direita do PSD, aquela que muito facilmente se confunde com o CDS.

A verdade é que, por questões meramente eleitorais, o Pedro deixou que a sua candidatura, sobretudo pelos apoiantes que juntou à sua volta, mas também por um discurso exageradamente anti PS, ficasse perante os militantes e, pior que tudo, perante a opinião publica, com uma imagem de direita.

(Ler Mais…)

Gosto(5)Não Gosto(2)

SNS – Um país de loucos ou a historia trágica de um Centro de Saúde

PRIMEIRO ATO | A minha mãe, 84 anos, tem tendência para desenvolver ulceras varicosas. A ultima agravou-se ao ponto de ter que consultar o medico de família no Centro de Saúde de Miranda do Corvo, que prescreveu penso bissemanal.

A minha mãe, apesar da idade, da mobilidade reduzida, de viver cerca de 8 km do Centro de Saúde e de auferir uma pensão de reforma inferior a 300 euros/mes, não teve direito a ser tratada no domicilio e teve que se dirigir ao Centro de Saúde, duas vezes por semana, a expensas próprias (15€/viagem de táxi).

Ao fim de um mês de tratamento as feridas apenas tinham piorado apresentando até um cheiro desagradável, sem que por parte da “equipa de saúde” fosse tomada qualquer iniciativa alternativa.

A alternativa, face ao agravar da situação clínica, foi consultar um especialista privado, que prescreveu penso DIÁRIO, feito de forma diversa (usar apenas “betadine” em vez das pomadas/cremes anteriormente usados, por exemplo).

Obviamente que o tratamento teria que ser feito no Centro de Saúde que manifestou impossibilidade prática (apesar da minha reclamação) de o fazer no domicilio, por falta de recursos (!), apesar da evidente dificuldade física, alem da material, da doente se deslocar ao Centro de Saúde.

Mais uma vez a minha mãe teve que se “arrastar” e pagar as deslocações até ao Centro de Saúde.

Felizmente o problema resolveu-se em duas semanas.

(Ler Mais…)

Gosto(2)Não Gosto(0)

RESPEITEM OS PROFESSORES

Muito se tem dito e escrito sobre a contagem do tempo de serviço dos professores mas o que tem transparecido da propaganda governamental é que os professores teriam aumentos de 900 euros/mês, o que implicava um acréscimo de despesa de 600 milhões só em 2018, ao passo que para outros funcionários públicos o aumento da despesa seria de cerca de mil euros/ano/funcionário.
(Ler Mais…)

Gosto(6)Não Gosto(0)

PSD – A MUDANÇA NECESSÁRIA

Quando está em cima da mesa a mudança de liderança no PSD, logo se perfilam na linha de partida os suspeitos do costume. Começa-se mesmo a contar “espingardas”!

Será que nenhum deles, tenha dois neurónios a funcionar, ou pior que isso a decência de pensar um pouquinho alem do próprio umbigo, para se perguntar: – GANHAR PARA QUÊ?

(Ler Mais…)

Gosto(11)Não Gosto(1)

CONDEIXA – O PEQUENO PRINCIPEZINHO

E ao 41º ano Condeixa é mais socialista que nunca! O PS hoje tem maioria absoluta em todos os órgãos autárquicos do concelho: na câmara municipal, na assembleia municipal e em todas as 7 freguesias, mesmo naquelas em que o PSD já foi poder e são, tradicionalmente, locais de forte votação no partido (a EGA, o Zambujal e Vila Seca/Bendafé, por exemplo). É um poder absoluto como nunca se viu na história da democracia em Condeixa.

(Ler Mais…)

Gosto(14)Não Gosto(0)

COIMBRA VAI GANHAR

Coimbra atravessa um tempo decisivo na perspetiva de, através das próximas autárquicas, serem dados os passos necessários para sair do marasmo e da letargia reinantes.

O apoio do Professor Norberto Pires à candidatura “mais Coimbra” e os pressupostos que o sustentam constituem esse ponto de viragem decisivo. (Ler Mais…)

Gosto(3)Não Gosto(0)