PSD – Moção de Confiança

No debate quinzenal de hoje na Assembleia da República acabado há poucos minutos, o Líder Parlamentar do PSD, Hugo Soares, apelou ao Primeiro Ministro para apresentar uma Moção de Confiança ao seu Governo.

Estando programada a discussão e votação da Moção de Censura apresentada pelo CDS\PP para a próxima terça feira de que resultará a continuidade ou não do actual Governo, não consigo entender a razão da apresentação de uma Moção de Confiança.

Realmente o PSD teria sido ultrapassado pelo CDS\PP e viu-se obrigado a dizer por intermédio do seu ainda Líder Pedro Passos Coelho que, obviamente, votará favoravelmente a referida Moção de Censura.
(Ler Mais…)

Gosto(1)Não Gosto(0)

PEDRÓGÃO GRANDE (demissionite… doença actual)

Pedido pelo PSD e com o aval dos restantes partidos foi criada uma Comissão que apresentasse um Relatório Técnico Independente sobre o que realmente se passou no brutal incêndio de Pedrógão Grande onde perderam a vida 64 pessoas.

Esse relatório, um dossier de cerca de 300 páginas foi entregue ontem na Assembleia da República e dado a conhecer a todo o país.

Estava também já agendada uma Sessão especial da AR para a discussão do referido calendário, agenda essa aprovada por todos os partidos.

Mal o Governo soube da conclusão do relatório de imediato agendou uma reunião especial do Conselho de Ministros para o dia 21 de Outubro para discussão do mesmo e poder ou não assumir responsabilidades políticas.

Tudo isto são factos indiscutíveis.

(Ler Mais…)

Gosto(6)Não Gosto(1)

A vida difícil dos enfermeiros

Infelizmente, por razões inerentes á minha saúde e de familiares meus, tenho sido cliente de alguns hospitais, nomeadamente Senhora da Oliveira, Pedro Hispano, IPO e S. João.

Em todos eles tenho encontrado enfermeiros dedicados, conscientes, preocupados e eficazes.

Aqui e ali cansados mas sempre motivados para exercerem dignamente o seu trabalho mesmo em momentos de fraqueza física que muitas vezes se vislumbra.

Sabemos que teriam razões para se desmotivarem pois não têm vindo a ser dignamente tratados pela tutela.

E não têm mesmo… Falta de incentivos, de horários dignos, de ordenados justos.

(Ler Mais…)

Gosto(5)Não Gosto(0)

Opinião sobre o BE – Bloco de Esquerda

Após ter passado por uma fase relativamente longa de ajustes programáticos, saídas e entradas de militantes, o BE de Francisco Louçã entrou numa fase de crescimento significativo não deixando no entanto de ser um Partido de pura contestação aos poderes em exercício.

Com a subida á liderança de João Semedo e Catarina Martins, um caso único na política portuguesa, o BE começou a dar sinais de abertura ao diálogo com outras forças políticas, sendo de notar a moderação de Semedo e a frontalidade de Catarina.

Com a saída de João Semedo, Catarina Martins, uma nortenha de fibra, inteligente e acutilante, tem liderado o partido com muito tacto e bom senso o que faz com que o BE dispute em próximas eleições o podium da AR com a possível conquista do terceiro lugar.

Um partido onde as mulheres sobressaem pela voluntariedade e inteligência postas ao serviço das causas que querem defender… Destaco Catarina Martins, Marisa Matias, Mariana e Joana Mortágua.

Rostos que os portugueses se habituaram a ver, a arquivar na memória. Mulheres que julgo virem a ter importantes desempenhos no Portugal do futuro.

O Bloco de Esquerda acordou para a realidade.

(Ler Mais…)

Gosto(4)Não Gosto(0)

A opinião política sobre o PSD

Desde que o então Presidente da República Aníbal Cavaco Silva, contrafeito, empossou o actual Governo, a liderança do PSD entrou em período de visível indignação não aceitando que a nova situação política em Portugal era legal e tinha pernas para andar.

Os responsáveis do Partido sentaram-se á espera que tudo corresse mal ao Governo, alimentaram boatos, imaginaram resultados, desejaram desgraças das quais pudessem tirar proveito político.
Mas, António Costa e os Partidos que apoiam o Governo do PS, contrariaram tudo isso e foram com calma e atempadamente conseguindo resultados económicos e financeiros invejáveis e estabelecendo uma paz social há muito desaparecida.

A esperança voltou aos rostos dos Portugueses.

(Ler Mais…)

Gosto(7)Não Gosto(0)

CDS\PP… um ano perdido

Quando da tomada de posse do actual governo PS apoiado pelos partidos de esquerda, intitulado por Paulo Portas de ” Geringonça”, sempre pensei que o CDS se iria afastar politicamente do PSD liderado por Pedro Passos Coelho e ocupar um espaço próprio e independente, na esfera política nacional.

Mais acreditei nisso ao ver a estratégica saída de cena de Paulo Portas, vendo nitidamente que a política nacional tinha mudado com a união das esquerdas, e ao assistir á ascenção de Assunção Cristas á liderança do Partido.

Mas enganei-me redondamente.

(Ler Mais…)

Gosto(3)Não Gosto(0)

Uma aula a piar

Em vez de falar piou
E a piar lá falou
Piou dos que piaram
E depois tudo calaram
E a piar contestou
O que Marcelo pensou
Os “pintainhos” pasmados
Piaram admirados.

Uma aula a piar
Para ódio disparar
Um verbo novo usou
E a piar o cantou
Pôs todo mundo a piar
E a piar criticar
Todos aqueles que falam
E que piar não deviam.

De Boliqueime saltou
E logo depressa piou
Nunca bem soube falar
Mas é exímio a piar
Um discurso aberrante
Em tudo inoperante
E a piar se calou
E ao sair … lá piou !

Gosto(8)Não Gosto(0)

Debate na TVI sobre as Autárquicas em Matosinhos

A jornalista Judite de Sousa moderou na TVI um debate entre cinco candidatos à Câmara Municipal de Matosinhos.

Este debate teve lugar ontem à noite e nele participam José Rodrigues(CDU), Luisa Salgueiro(PS), António Parada e Narciso Miranda (Independentes) e Jorge Magalhães (PSD).

Como de costume falou-se muito do passado, dos motivos que levaram estas pessoas a serem candidatos, dos amores e desamores políticos vividos por alguns no passado.

Em relação ao futuro e aos programas de cada um, tirei a seguinte conclusão:

José Rodrigues – Bem preparado, dentro dos assuntos discutidos, mas politicamente distraído, pois, ao chamar algumas vezes Presidente a Narciso Miranda, quase assumiu que será esse o desfecho destas eleições.

Luísa Salgueiro – Muito vaga nas afirmações, muito pouco convicta e muito mais preocupada em mostrar o seu agradável sorriso, como se numa passerelle estivesse. Bela publicidade á pasta de dentes que usa.

António Parada – Algumas propostas interessantes como a dos passadiços do Leça e o melhor aproveitamento do terminal de navios de passageiros, mas , dando juz ao seu nome, esteve um pouco “parado”.

Jorge Magalhães – Nitidamente que aquela não é a guerra dele. Posto ali para que o PSD cumprisse calendário. É um bom médico, posso afirmar isso, mas é puro demais para ocupar cargos deste quilate.

Narciso Miranda – O autêntico ” Senhor de Matosinhos” . O alvo dos ataques de todos. Muito interventivo, por vezes até demais, Narciso Miranda demonstrou ser de longe o que melhor conhecia o concelho, o que mais precisas e concisas propostas tinha para o futuro.

Resultado final …

Vitória indiscutível de Narciso Miranda, não só pela confiança que deu aos eleitores mas também pela ausência de eficácia dos concorrentes.

Julgo que muitos apoiantes do PSD vão usar o voto útil em Narciso para que Luísa Salgueiro não possa ganhar.

A onda antes de enrolar na areia está a crescer a olhos vistos e isso notou-se ontem no debate …

Gosto(29)Não Gosto(6)