O que os faz correr???

arnaldo

As minhas insónias voltaram. Elas voltaram como voltou a minha estupefacção.

Eu confesso que compreendo os pais dos estudantes das escolas com contratos de associação. Compreendo os funcionários e professores de todas essas escolas. Ainda compreendo melhor os donos dessas e de outras escolas que por esta via sentem o seu trabalho e os seus negócios ameaçados. Até posso compreender que fosse pedido um período de transição para ajustamento dos níveis de actividade destas escolas.

Fica-me, todavia, uma questão: o que faz com que a oposição se tenha concentrado desta forma no problema dos contratos de associação? O que os faz correr? (Ler Mais…)

Gosto(9)Não Gosto(0)

À procura da boa moeda…

imagem insónias 4

Estas minhas insónias, que me deixam desesperado à procura da boa moeda, remetem-me inevitavelmente para a música do Sérgio Godinho: “o acesso bloqueado”. Ainda assim, e inspirado na minha aprendizagem do 11M, procurei identificar um conjunto de factores de cuja conjugação pudesse resultar a força “desbloqueadora” que permitisse o regresso da boa moeda. Eis alguns desses factores que poderiam garantir esta tão desejada mudança:

Uma causa transversal – Não se rompe com o passado sem uma causa transversal que possa unir os portugueses, da direita à esquerda, que esteja isenta de pecados ideológicos e de proximidades clubísticas. Diria que a corrupção e os vícios do nosso sistema político são uma boa causa. Alguns pensarão, contudo, que Paulo Morais já seguiu esse caminho, obviamente sem sucesso. É verdade, mas Paulo Morais apenas cumpriu o primeiro destes requisitos, como poderemos verificar de imediato…
(Ler Mais…)

Gosto(0)Não Gosto(0)

Onde anda a boa moeda…

euro

A minha última insónia trouxe-me de volta à lei de Gresham que Cavaco Silva transportou para a esfera política de forma pouco menos que premonitória. A qualidade dos actores políticos tem conhecido, um pouco por todo o lado, uma degradação que se me afigura intolerável. Chego a sentir vergonha da forma como sou representado. E a vergonha, naturalmente, é apenas uma faceta menor desta situação que, ainda por cima, nos sai cara. A má moeda expulsou mesmo a boa moeda.

O lado interessante e ao mesmo tempo desesperante desta situação é que ela tende a permanecer sem que se vislumbrem grandes saídas. Pode mesmo dizer-se que o sistema está BLOQUEADO. (Ler Mais…)

Gosto(0)Não Gosto(0)

Na fila para o school bus…

school-bus-driver-quotes-5047_school_bus_with_happy_children

A propósito da recente crise institucional no Brasil mas também das dificuldades e atropelos nos processos institucionais em Portugal, Espanha ou Grécia, entre outros, ocorreu-me uma conversa com um colega de uma Universidade Americana que estava a dar aulas na minha Universidade, a meu convite. Falávamos da eleição de Reagan… de George W. Bush… e agora, da possibilidade de Trump chegar ao poder.

Houve um momento em que questionei o meu colega, com toda a clareza, sobre a qualidade e formação dos nossos estudantes e lhe pedi mesmo que os comparasse com os seus estudantes americanos. Ele confessou-me que achava os estudantes portugueses a quem estava a dar aulas igualmente preparados e muito provavelmente, melhores. Achava-os mais irreverentes e descontraídos. (Ler Mais…)

Gosto(0)Não Gosto(0)